Como tratar a compulsão alimentar

Você já sentiu uma tristeza profunda? Já teve uma crise de ansiedade? E alguma vez já usou da comida para aliviar estes ou outros problemas? Se sim, está na hora de repensar sua relação com a comida.

Hoje vamos falar sobre um problema que ataca pessoas no mundo todo, independente do sexo, idade ou padrão sócio econômico. Hoje vamos falar sobre a compulsão alimentar e transtorno da compulsão alimentar, além de dicas para tratar a compulsão alimentar.

Podemos definir a compulsão alimentar (CA) como um comportamento onde a pessoa ingere uma grande quantidade de comida, em um período de tempo de até duas horas, esse consumo é acompanhado da sensação de perda de controle sobre o que está comendo ou a quantidade que está comendo.

Segundo artigo publicado na Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul quando episódios de compulsão alimentar acontecem pelo menos duas vezes na semana, repetindo-se por um período de 6 meses, com características de perda de controle e sem comportamentos compensatórios (para perder o peso que ganhou) o indivíduo pode estar com uma síndrome denominada Transtorno da Compulsão Alimentar (TCA).

Diagnosticar a pessoa com TCA cabe a um profissional da saúde qualificado e não a nós, mas se você se identifica com os pontos abaixo…

  • Desconta suas emoções e problemas na comida;
  • Come muito depressa, sem mastigar corretamente;
  •  Sente “impulsos incontroláveis” por comida (normalmente doces e alimentos gordurosos);
  • Não sabe se esta fisicamente (realmente) com fome;
  • Come para ficar feliz e logo depois sente depressão/culpa por ter comido;
  • Continua comendo mesmo depois de saciado;
  • Costuma comer escondido ou sozinho;

 

Ou ainda costumar soltar frases como essas:

  • “Não importa o horário, eu posso ter acabado de almoçar, se eu abrir a geladeira, eu vou comer algo”;
  • Eu não consigo me controlar“;
  • “Eu vivo em função da comida”;
  • “Na frente dos outros eu me controlo, mas, quando estou sozinho como loucamente”.

 

Esta matéria é para você! Vamos explicar como tratar a compulsão alimentar com dicas simples, para serem adotadas no dia-a-dia. Ressaltando que se você já tentou dicas como estas e segue com problemas deve consultar um médico.

Estas dicas vão te ajudar a ter uma vida mais saudável e mais feliz, afinal comer não pode ser a parte mais feliz ou a única parte feliz do seu dia!

Dicas para tratar a compulsão alimentar

  • Faça um diário alimentar, anote tudo o que você comeu no dia, o horário das refeições e as emoções que você sentiu, isso é válido para fazer uma reflexão, muitas vezes não associamos que comemos muito da sobremesa, porque estávamos tristes, ou enfim, além disso este diário vai te ajudar a perceber onde você está errando e assim fica muito mais fácil arrumar e tratar a compulsão alimentar.

diário alimentar corpo em forma brasil coaching de emagrecimento

  • Vamos começar por uma dica básica: comer de 3 em 3 horas! Você precisa manter um padrão regular de alimentação. Isso é essencial para se livrar da compulsão alimentar, bem como de outros problemas (bulimia, anorexia, obesidade…). Se você acha que para emagrecer precisa ficar longos períodos sem comer, você está errado, explicamos certinho sobre a importância de se alimentar de 3 em 3 horas aqui.

 

  • Além de focar nos horários é legal já ter programado (ao menos pensado) a quantidade e a qualidade dos alimentos que você vai ingerir. Quando seu cérebro já está acostumado com um padrão de alimentação é mais fácil evitar aqueles ataques a geladeira. Afinal tudo são hábitos e por enquanto o seu hábito é justamente atacar a geladeira. Vamos mudar isso?

dicas para tratar a compulsão alimentar

  • Na hora das refeições é muito importante que você só esteja focado em comer. Então Desliga a televisão, para de mexer no computador, a hora da refeição deve ser a hora da refeição. Parece tolice? A diferença em comer concentrado e comer desfocado é gritante. Comer sem prestar atenção no alimento pode causar transtornos na alimentação e na saciedade (você come muito mais do que precisa ou logo depois vai querer atacar a geladeira de novo).

 

  • Mastigar corretamente é fundamental para tratar a compulsão alimentar. Coma concentrado, devagar e mastigue bem os alimentos. Segundo a nutricionista Maria Claudia e a fono Rosana Tiepo do Hospital Albert Einstein durante o processo de mastigação nosso corpo vai recebendo avisos e se preparando quimicamente para a assimilação dos nutrientes, até o momento que dá sinais de apetite saciado, leva de 15 a 20 minutos para avisar o cérebro que está saciado. Confira três super dicas das Dr.as para uma mastigação correta e tente aplicar elas a partir de hoje (matéria completa aqui):

“Quantidade: realizar ao menos 30 mordidas por garfadas e nunca colocar uma quantia excessiva, o que dificulta a mastigação;

Duração: o intervalo entre as garfadas deve ser de pelo menos 30 segundos;

Qualidade: usar toda a cavidade oral para a mastigação, ou seja, não manter o alimento apenas em um dos cantos da boca.”

  • Faça atividades que aliviem a ansiedade, tente praticar yoga ou qualquer atividade que você se sinta aliviada depois de praticar, tente um saco de boxe para aliviar a raiva ou dance até cansar. O importante é mudar o hábito, por enquanto seu conforto está na comida, transfira-o para um exercício e veja a diferença no seu corpo. A prática de atividade física libera serotonina, que vai te deixar mais feliz 😉

yoga e exderícios físicos para acabar com a ansiedade e ajudar no tratamento da compulsão alimentar

  • Cozinhe você mesmo suas refeições, o contato com o preparo do alimento é transformador. Dê preferência por opções saudáveis, se você tem filhos chame-os para a cozinha e peça sua ajuda, torne este momento divertido e especial para vocês, de quebra você ainda ensina seu filho a ser saudável desde pequeno.

 

  • Coma primeiro os vegetais, quando for almoçar ou jantar, sirva-se primeiro de um prato só com salada e legumes, bem colorido. Adotar este hábito ajuda a comer menos dos outros alimentos, afinal as verduras e legumes são ricas em fibras e água, ajudando na sensação de saciedade, não esqueça de mastigar e comer com calma, não vale engolir com pressa a salada só para passar para o prato principal!

 

  • Última dica: escove os dentes após todas as refeições, ok, sabemos que seu dentista já te disse isso, é saudável e higiênico, mas, você sabia que além disso escovar os dentes depois das refeições pode te ajudar a tratar a compulsão alimentar? Quando você acaba de  comer, vai ao banheiro e escova os dentes você ativa um gatilho no seu cérebro que diz: a refeição acabou, minha boca está limpinha, já estou saciado.

 

Bom, estas foram as dicas da Corpo em Forma Brasil para o tratamento da compulsão alimentar, além de serem úteis para pessoas que não sofrem com este problema, mas que também estão na busca por um corpo em forma, afinal, todas as dicas te ajudarão também a alcançar seus objetivos!

Gostou da matéria?

Imagine como seria ter uma vida mais saudável e consequentemente mais feliz

Separamos aqui algumas matérias recomendadas para você, elas serão muito valiosas na sua jornada por uma vida mais leve, basta escolher as suas matérias preferidas e aproveitar!

Receitas salgadas:

Biscoito de Gergelim sem glúten e sem lactose →

Torta de legumes simples →

Pão de liquidificador sem glúten e sem lactose →

Receitas doces:

Receita de creme de avelã caseiro →

Receita base para sorvete caseiro sem glúten e sem lactose →

Capuccino sem glúten e sem lactose →

Brownie de batata doce fit →

Pudim sem glúten e sem lactose  →

Saúde:

Como tratar a compulsão alimentar →

Benefícios do Aipim para quem malha →

Goji Berry – O segredo →

Tem algo que você descobriu de legal aqui na Corpo em Forma Brasil ou sabe de algo que pode ajudar outros leitores? Escreva nos comentários.

Vamos adorar saber!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *